A revisão do Decreto 5153, de 2004, foi tema de reunião alinhada pela vice-líder do Governo na Câmara, deputada federal Aline Sleutjes, entre representantes da empresa Sempre Sementes e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, na quinta-feira (25).

“Recorremos à deputada para tratar dos avanços propostos pelo Governo na revisão do decreto que regulamenta a produção de sementes no Brasil. Essas demandas eram reivindicações de longa data de todas as empresas do setor de tecnologia e produção de híbridos de milho. O resultado da consulta pública do Mapa para o tema confirmou a visão do setor produtivo apresentada hoje ao Mapa”, declarou Igor Reis, diretor de Estratégia e Relações Institucionais da Sempre Sementes.

Reis ressaltou que a modernização do Decreto 5153/2004 irá adequar as normas legais para produção de sementes no Brasil à realidade atual do mercado.

“A revisão do decreto trará inúmeros benefícios, entre eles, o aumento da competitividade entre as empresas que atuam no mercado brasileiro de sementes de híbridos de milho. O produtor rural será beneficiado com uma oferta maior, e terá a certeza que o híbrido que escolher plantar estará disponível na sua propriedade dentro da janela de plantio ideal da região. Agradecemos a atenção da deputada do Agro Aline Sleutjes vice-líder do governo, com certeza teremos resultados positivos após esse encontro no ministério”, disse Igor Reis.

O encontro no Mapa teve a presença do grande amigo secretário-executivo da pasta, Marcos Montes e sua equipe de técnicos.

“O Agro sustenta nossa economia nesse período de pandemia do Coronavírus, e com certeza será o motor propulsor do país no pós pandemia. Temos que dar atenção especial às demandas deste segmento, pois quanto mais garantias e apoio damos aos produtores rurais, temos a certeza que vamos assegurar o abastecimento alimentar, os compromissos comerciais e as exportações, gerando emprego, renda e equilíbrio comercial”, concluiu a deputada federal paranaense Aline Sleutjes.

O 9º Levantamento da Safra 2019/2020 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado no início do mês de junho, confirmou o crescimento recorde da produção de grãos no país, estimada em 250,5 milhões de toneladas, ou seja, ou 8,5 milhões de t (3,5%) a mais do que o colhido em 2018/19. O recorde da safra se mantém, resultado de uma área semeada de 65,6 milhões de hectares, com crescimento de 2,3 milhões de hectares (3,6%) sobre a safra passada.

Fotos de Francisco Moreira (crédito obrigatório)

Subscribe
Notify of
guest