O Brasil é um dos países que mais preserva as riquezas naturais do seu território. E esta não é uma premissa vazia: os números que atestam o potencial de sustentabilidade do país foram apresentados pela deputada federal Aline Sleutjes ao lado do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.
“É possível sim produzir sem destruir!”, afirma a parlamentar. Segundo ela, existem cerca de 5 milhões de imóveis rurais no Brasil – o que representam quase metade do território nacional.
“Pelo menos 25 por cento dessa área é preservadas pelos produtores rurais brasileiros”, informou Aline, que emendou: “Isso significa que nossos produtores preservam uma área equivalente a 28 países da Europa”.
“Significa que homens e mulheres que movem as engrenagens dos campos brasileiros preservam e cuidam de uma União Europeia inteira!”, insiste a deputada.

Produção combina com conservação

Além de conservar 25 por cento das áreas que ocupam, os produtores rurais também bancam os custos da conservação. Uma conta que, segundo Aline Sleutjes, ultrapassa US$ 20 bilhões.
“O patrimônio imobilizado em favor do meio ambiente é da ordem de 3,1 trilhão de reais”, aponta a parlamentar, que faz um adendo na conta das estatísticas que relacionam produção com conservação:
“Considerando também as áreas devolutas, chegamos a incrível marca de 66,3 por cento do território conservado”, contabiliza a deputada, informando que as lavouras ocupam apenas 7,8 das terras do País.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments