Escolas sem viés político, revitalizadas com investimentos de infraestrutura e com a atualização do currículo educacional. Estas são algumas das metas propostas pela deputada federal Aline Sleutjes para colocar em curso em sua estréia na Câmara Federal.
Intimidade com o setor educacional ela tem. Educadora, tem graduação em Educação Física e pós-graduação em Gestão Escolar – seara onde atuou mesmo após o ingresso no universo político.
“Por ser professora, também atuarei em defesa da educação”, avisa Aline.

E ela antecipa quais são seus focos:
Um deles é acabar com a doutrinação partidária em sala de aula. “Apoio a escola sem partido, centrando foca na formação e capacitação dos alunos”, argumenta a parlamentar, que acrescentou: “Queremos as escolas livres do que tem sido feito ao longo dos últimos 20 anos, favorecendo sempre os posicionamentos de esquerda”.

Aline também quer o fim da ideologia de gênero nas escolas – uma meta que converge com o pacote de mudanças na educação proposto por seu partido, o PSL. “Não vamos admitir que as escolas continuem com esse trabalho”, antecipou.
Para a parlamentar, as demandas reais da educação estão centradas na falta de investimentos em infraestrutura (o que depreciou os equipamentos escolares) e o melhoramento do currículo educacional.
“Vamos também discutir novas propostas do Ministério da Educação do Ensino Médio e lutar pela valorização dos professores”, finalizou.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments