O PL 5595/2020 que torna a educação serviço essencial durante a pandemia, aprovado na Câmara dos Deputados e que agora será discutido e votado no Senado Federal, foi o tema da reunião entre a parlamentar paranaense Aline Sleutjes, que é co-autora do projeto, as autoras, deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) e deputada Adriana Ventura (Novo-SP), o Senador Marcos do Val (Podemos-ES), que será o relator da matéria no Senado e o ministro da Educação Milton Ribeiro nesta terça-feira, 27 de abril, no Ministério da Educação.

O projeto torna educação básica e superior serviços essenciais, aqueles que não podem ser interrompidos durante a pandemia, exceto se houver critérios técnicos e científicos justificados pelo Poder Executivo quanto às condições sanitárias do estado ou município.

“Viemos pedir apoio ao Ministério da Educação, bem como solicitar sua ajuda na agilização junto ao ministério da Saúde para a priorização da vacinação a equipe educacional. Já obtivemos vitória na Câmara e agora o projeto está no Senado com o nosso colega Senador Marcos do Val na relatoria. Não podemos mais aceitar as nossas escolas fechadas. Lugar de criança é na escola”, destacou Aline Sleutjes.

O Ministro da Educação Milton Ribeiro destacou o trabalho das deputadas em apresentarem esta matéria na Câmara. “Agradeço o empenho dessas parlamentares que tiveram na Câmara muito trabalho para reconhecer que a educação fosse considerada atividade essencial. Isso pra mim é uma vitória muito grande. Agradeço as parlamentares Aline Sleutjes, Adriana Ventura e Paula Belmonte pelo grande feito, a educação agradece”, comemorou o Ministro.

“Em outubro de 2020, encaminhei para a Casa Civil um pedido de vacinação para os profissionais da educação. Agora, estive com o ministro da Saúde Marcelo Queiroga e renovei o meu pedido. Quero dizer a você professor, que o Ministério da Educação encaminhou para todas as escolas municipais e estaduais do país mais de R$ 444 milhões de reais somente para a compra de insumos de proteção contra a Covid, como álcool gel para a volta das aulas. Nós acreditamos que a educação é a força que pode mudar o nosso futuro!”

Nesta quarta, 28, as parlamentares irão até o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pedir apoio ao projeto bem como reforçar a solicitação de priorização de vacinação aos profissionais da educação.

Subscribe
Notify of
guest