A deputada federal Aline Sleutjes (PSL-PR) ajudou a aprovar o PL 1615/19, do Senado Federal, que classifica a visão monocular, cegueira de um dos olhos, como deficiência sensorial visual para todos os efeitos legais. Ao lado da Amália Barros, Jornalista e influenciadora digital que inspirou o nome da Lei, ela comemorou esta vitória para os portadores de deficiência visual que passarão a ter acesso aos seus devidos direitos.

“Foi emocionante participar desta conquista! Acompanho a luta da Amália Barros há bastante tempo e foi emocionante o momento da aprovação. Milhares de brasileiros que tem a visão monocular serão beneficiados com esta lei, uma das conquistas será garantir aos portadores seus direitos, como a oferta de prótese de olho pelo SUS. Vitória do Brasil”, comemorou.

Atualmente, a visão monocular não é considerada deficiência por lei federal, mas já é classificada como deficiência visual para fins de aplicação da Lei de Cotas. Além da nova classificação, o projeto obriga o Poder Executivo a criar instrumentos de avaliação desse tipo de deficiência. Agora, a matéria será enviada à sanção presidencial.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments