A única mulher eleita deputada federal na história de Castro, Aline Sleutjes (PSL-PR) foi indicada, nesta quarta-feira (10), pelo líder do PSL, deputado Major Victor Hugo, para ser relatora do orçamento da área da Saúde.

Senadores e deputados instalaram a Comissão Mista de Orçamento (CMO), que deve aprovar o PLN 28/2020, que diz respeito ao Orçamento Geral da União de 2021. Caberá a Aline cuidar dos mais de R$ 134 bilhões destinado a área da Saúde.

“Tenho certeza que com a competência, com a dedicação e com o esforço da deputada Aline nós iremos ter um orçamento da área de Saúde extremamente adequado ao momento delicado que nós vivemos. Parabéns Aline. Boa missão e conte conosco”, disse Victor Hugo em um vídeo postado nas redes sociais.

A parlamentar, que vem se destacando em Brasília, mostrando liderança e excelente articulação com os parlamentares e principalmente com o governo federal, aceitou o desafio prontamente e afirmou que trabalhará para que a Saúde seja assistida da melhor forma neste momento de pandemia.

“Ser relatora do setor mais afetado pela pandemia é ter uma grande responsabilidade na mãos, pois o Governo do nosso Presidente Bolsonaro mantém esforço contínuo para garantir o atendimento à população, sempre em parceria com estados e municípios, com o objetivo de cuidar da saúde de todos, protegendo, cumprindo as políticas públicas e claro salvando vidas”, disse a deputada.

A deputada assumirá a missão de relatar a proposta orçamentária relativa à área temática da Saúde, que compreende diversas frentes e não somente o Ministério da Saúde, mas também outros órgãos importantíssimos no contexto de pandemia como a Funasa e Fiocruz, a Anvisa e a ANS.

A comissão tem 42 parlamentares titulares: 31 deputados e 11 senadores. A composição é definida por indicação de líderes partidários, de acordo com o tamanho das bancadas. A deputada Flávia Arruda (PL-DF) foi eleita a presidente da Comissão.

Ainda nesta terça-feira (10), o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que este ano a CMO terá duas formações: uma que irá até março, para analisar o orçamento de 2021, e outra que trabalhará a partir de abril para analisar o orçamento de 2022.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments