A deputada federal Aline Sleutjes participou de entrevista ao vivo no Programa Cobra Repórter, na Rádio Cultura de Rolândia 930 AM, no Norte do Paraná, na manhã deste sábado (02). Um dos destaques do bate-papo via telefone com o apresentador Ratolino, direto de Castro (Campos Gerais), foi em relação aos recursos destinados pelo governo federal para as regiões Noroeste, Norte e Norte Pioneiro, por meio de emendas parlamentares. A deputada detalhou os valores e lembrou ainda sobre o auxílio do governo federal em caráter de emergência para a Saúde, no combate ao novo coronavírus. (Ouça o aúdio da entrevista na íntegra, ao final do texto)

 

“Tive pouquíssimos votos na região de Noroeste, Norte, Norte Pioneiro, porque ainda não sou conhecida da forma que eu gostaria e há cidades que eu também ainda não conheço. Mas encaminhei R$ 6,5 milhões para a região Noroeste, R$ 1,3 milhões para a região Norte e R$ 9,7 milhões para a região mais central”, revela a deputada Aline. Grande parte do valor, de acordo com a parlamentar, já foi paga e há parte a pagar. “Até junho ou julho”, estima.  

 

Aline lembrou ainda que o governo federal destinou R$ 380 mil em recursos para a Saúde de Rolândia, como auxílio ao combate do novo coronavírus, dentro do pacote de R$ 375 milhões destinados a todos os 399 municípios do Paraná. “O governo federal tem feito um empenho muito grande, principalmente agora nesse período de pandemia.” São recursos para materiais hospitalares, respiradores, testes e para o Fundo Municipal de Saúde. “O governo federal tem se desdobrado. Nesse período de pandemia, já chega à casa de R$ 800 bilhões a ajuda aos estados. E nós acreditamos que, até o final dessa crise, chegará a R$ 1,7 trilhão. É um governo que está se redescobrindo, para não deixar faltar nada para o povo brasileiro.” 

 

Trabalho social

 

A deputada Aline colocou seu gabinete à disposição das instituições de assistência social de Rolândia e toda a região para auxiliar na busca de recursos, para atender às famílias que passam por dificuldades e não têm condições de comprar itens como cadeiras de rodas ou de banho, por exemplo. A parlamentar revela que tem conseguido atender muitas instituições via governo federal por meio de emendas e explicou sobre os critérios para que possam ser atendidas.

 

“Estas instituições precisam estar totalmente legalizadas, com CNPJ ativo, cadastradas nos seus conselhos municipais de assistência social e também no conselho estadual.” Segundo Aline, as emendas são designadas sempre no mês de outubro. “Estando com a documentação em dia, podemos ajudar a beneficiar por meio de emendas para a próxima liberação”, explica. 

 

Feminicídio e violência doméstica

 

Sobre feminicídio e violência doméstica contra as mulheres, Aline defende uma campanha para diminuir os índices de violência, principalmente a violência doméstica. “Infelizmente ela aumentou muito nos últimos anos, mas entendo que esses índices aumentaram por conta de terem aumentado as denúncias. Antigamente as pessoas tinham muito medo de denunciar, ficavam acuadas, com medo de sair de casa ou com medo que os companheiros saíssem de casa e elas não tivessem como manter seus filhos e as despesas domésticas. Hoje as mulheres estão mais encorajadas, elas têm capacidade de serem as mães e mantenedoras de seus lares.” 

 

Aline aproveitou o espaço para aconselhar as mulheres. “Não se calem, procurem seus direitos. Temos hoje muitas delegacias especializadas na questão da violência contra a mulher, temos a Lei Maria da Penha, temos a possibilidade de resgatar a questão da família através de trabalhos sociais para que a gente possa reconstruir o respeito e a dignidade da sociedade. Sempre falo na bancada feminina que temos que enfatizar as leis para mulheres, benefício para mulher, cota para mulher.” 

 

Na entrevista à Rádio Cultura de Rolândia 930 AM, a deputada Aline falou ainda sobre a paixão pela política e até um pouco da história da imigração da família Sleutjes ao Paraná. Confira abaixo o áudio na íntegra:

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments