A pauta da “educação domiciliar: um direito tanto dos pais quanto dos filhos” para os municípios brasileiros foi alvo de debate em uma reunião em Brasília, nesta quarta-feira (16). O ministro Milton Ribeiro recebeu a deputada federal Aline Sleutjes e demais deputados engajados com a educação nacional, oportunidade em que apresentou as principais iniciativas da Pasta para o tema e a necessidade da aprovação do texto.

“Eu sou uma grande defensora da educação , esse projeto é importante para que os pais ou responsáveis legais que desejam ensinar seus filhos em casa tenham amparo legal. Com esta votação, a Educação domiciliar poderá ser utilizada pelas famílias que possuem as condições necessárias , graduação, qualificação, histórico e bons antecedentes, zelando pela segurança e qualidade no contexto pedagógico, respeitando as normas e exigências da lei. Vamos avançar nas discussões, para que tenhamos um projeto maduro e apto para votação em plenário.” Destacou a vice-líder do governo no Congresso.

Participaram também da reunião, o secretário de alfabetização do MEC Carlos Nadalim, o secretário-executivo do MEC, Victor Godoy, o chefe da assessoria parlamentar do MEC Marcelo Mendonça e deputados da base do governo na Câmara dos Deputados que defendem a regulamentação da educação domiciliar no Brasil.

O objetivo do encontro foi esclarecer como serão realizados os debates finais para a conclusão do relatório da matéria, forma correta de divulgação, motivações e informações sobre outros países que já adotam e quais os resultados positivos identificados, bem como a necessidade de regulamentar as famílias brasileiras que desejam ofertar aos seus filhos este modelo de ensino.

O Ministro Milton Ribeiro agradeceu, por fim, pela acolhida e pela dedicação dos parlamentares e reforçou a importância do trabalho para avançarmos na qualidade da educação brasileira.

Subscribe
Notify of
guest