Os municípios brasileiros começaram a receber nesta sexta-feira (8) os R$ 600 milhões para a Assistência Social, referentes aos meses de abril, maio e junho. O dinheiro é transferido pelo ministério da Cidadania, por meio do Fundo Nacional de Assistência Social, com objetivo de proteger a população vulnerável, que mais tem sofrido as consequências da pandemia do novo coronavírus.

 

Um segundo repasse no valor de mais R$ 600 milhões será feito em 8 de junho, em referência aos meses de julho, agosto e setembro. Com isso, o total destinado para o fortalecimento da assistência social, via cofinanciamento do Sistema Único de Assistência Social (Suas), chegará a R$ 1,2 bilhão. Os recursos foram garantidos na MP 953, publicada em 16 de abril, que abriu crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões.

 

De acordo com o ministério da Cidadania, outra parte dos recursos será destinada para os municípios atuarem em três frentes: aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para as equipes de assistência social; compra de alimentos para as instituições que cuidam de idosos, além de orfanatos; e ações de acolhimento e abrigamento de moradores de rua. O anúncio da aplicação desses recursos foi feito no dia 30 de abril.

 

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments