Em mais um trabalho de estreitamento do diálogo entre o parlamento e o Poder Executivo, a deputada federal paranaense Aline Sleutjes teve encontro, na última semana, com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni. Na pauta, as estratégias de divulgação das ações da pasta nos estados dos deputados vice-líderes do Governo na Câmara e demais parlamentares da base do governo na casa legislativa. No final da reunião, foi agendado café da manhã com o ministro e os parlamentares na próxima quarta-feira, 8 de julho, para detalhar os trabalhos e definir as formas de abordagem.

“Nossa defesa do governo Bolsonaro é incansável. Sabemos o quanto os ministros e suas equipes tem se desdobrado para atender as demandas nos estados, visando mais qualidade de vida e benefícios para os brasileiros de Norte a Sul, sem exceção. A maior parte dessas ações não é divulgada pela grande mídia, por exemplo, que mais fomenta notícias ruins do que prima pelo profissionalismo e imparcialidade. Por isso, é importante que nós sejamos os porta-vozes desse trabalho tão sério e comprometido com a população que é desenvolvido pelo Poder Executivo”, ressaltou Sleutjes, que também é vice-líder na Câmara e já alinhou, semanas atrás, encontro entre parlamentares da base com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes.

Na reunião com o ministro Onyx a federal do Paraná abordou a questão da prática de atividades esportivas em seu estado: Aline Sleutjes pleiteia recursos junto à pasta para viabilizar materiais para atividades físicas de várias modalidades, a implementação de ‘academias ao ar livre’, entre outras demandas. A deputada afirmou que o ministro está atento às necessidades nessa área, e adiantou que ele planeja a construção de centros poliesportivos, com estrutura adequada para a prática das atividades em qualquer época do ano, no Paraná.

“O esporte é muito importante para a saúde de pessoas de todas as idades, além de desempenhar papel fundamental na vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e violência. É por meio da prática de atividades físicas, principalmente as modalidades coletivas, que os jovens aprendem mais sobre disciplina, respeito e outros valores essenciais para a cidadania e sua participação na sociedade. Por isso, faço dos esportes mais uma bandeira de meu mandato”, concluiu Sleutjes, que tem formação como professora de Educação Física.

Levantamento (2017) feito pelo IBGE apontou que 27,3% dos municípios do país têm escolas da rede pública com campo de futebol, ginásio, piscina e/ou pista de atletismo. No âmbito dos estados, as unidades da federação com o maior número de escolas com essas instalações foram Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Ceará e o Paraná, que juntos possuíam 1.217 escolas (60,3% do total).

Todas as unidades federativas declararam ter realizado algum tipo de evento esportivo nos 24 meses anteriores ao levantamento dos dados da pesquisa: 25 realizaram eventos no esporte escolar (praticado no sistema de ensino), 26 no esporte de rendimento (praticado de modo profissional) e 25 no esporte de lazer (praticado de modo voluntário). Já as modalidades mais destacadas nos eventos realizados pelos municípios foram futebol, voleibol, atletismo e futsal.

Em todo o país, 10 unidades da federação tinham legislação estadual específica para tratar de convênios e parcerias na área do esporte. A mais antiga, do ano de 2003, era a da Paraíba, e a mais recente, de 2016, do Mato Grosso do Sul.

Fotos de divulgação/Crédito obrigatório

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments