‘A Grande Rede de Proteção’. Esse foi o material apresentado pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e seus secretários, com as pautas positivas elaboradas pela pasta aos deputados que integram a base do Poder Executivo. O encontro aconteceu na manhã desta quarta-feira, 8, por meio de alinhamento feito pela vice-líder do Governo na Câmara, deputada Aline Sleutjes, que ressaltou com Lorenzoni a importância do estreitamento do diálogo para ampliar a rede de divulgação das iniciativas realizadas pelo ministério nas bases dos parlamentares.
“É importante que nós sejamos uma rede disseminadora de boas notícias do Governo Federal e ministérios que tem feito esforços descomunais para entregar obras, auxílios e outras ações que promovam a qualidade de vida de brasileiros de todas as partes do país! Enquanto a imprensa tendenciosa e oportunista só deturpa, dissemina e destaca assuntos negativos na busca doente pelo primeiro lugar na audiência, cabe a nós, apoiadores e da base, sermos os porta-vozes da verdade, do bem, e dizer que o governo eleito de forma democrática honra o voto de cada um que depositou sua confiança em nós por um país melhor!”, declarou a federal paranaense.
O documento apresentado aos deputados detalhou informações sobre programas gerenciados pelo Ministério da Cidadania, como o recém-criado Auxílio Emergencial, que contempla 124 milhões de pessoas, sendo que, pelo menos, 25 milhões nunca haviam sido cadastradas ou recebido benefícios provenientes do Governo Federal.
“Com as cidades fechadas por conta da decisão de prefeitos e governadores, que implementaram o isolamento social e o lockdown, foi o Auxílio Emergencial que garantiu a comida na mesa de centenas de famílias pelo Brasil”, afirmou Onyx Lorenzoni, acompanhados do secretário-executivo da pasta, Antônio Barreto, e do secretário de Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz.
Os dados sobre o Bolsa Família também foram incluídos no documento apresentado aos parlamentares pelo ministro: até o mês passado, o montante total de recursos do programa atingiu a marca de R$ 15,2 bilhões. Durante a pandemia do Coronavírus, nenhum contemplado pode ser excluído do programa. Para as ações de assistência social, a pasta investiu R$ 10 bilhões para estados e municípios, sendo R$ 1 bilhão disponibilizados para aquisição de equipamentos de proteção individual, alimentação, abrigo e acolhimento.
“Os repasses dessa pasta para o Paraná ultrapassam R$ 32 milhões (R$ 32.623.470,00), com o foco na proteção dos mais vulneráveis à Covid-19, idosos e pessoas que integram o chamado ‘grupo de risco'”, informou a vice-líder do Governo.
O ministério ainda se debruça sobre demandas voltadas ao esporte: Onyx Lorenzoni mostrou dados sobre a Lei de Incentivo (fila zerada), Bolsa Atleta (manutenção, mesmo diante do adiamento dos Jogos Olímpicos do Japão, por conta da Covid-19), Programa Força do Esporte (recursos para a montagem de kits de alimentação), e as certidões de entidades esportivas (ampliação do prazo de validade).
“Como professora de Educação Física, sei a diferença que a prática de modalidades esportivas faz na vida de pessoas de todas as idades. E não falo somente sobre os benefícios para a saúde, mas para a disciplina, respeito e tantos outros valores fundamentais para uma sociedade melhor. O esporte transforma a vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, que passam a ter mais esperança em um futuro melhor”, afirmou a deputada federal paranaense.
Junto à pasta, Sleutjes viabiliza recursos na casa dos R$ 200 mil para aquisição de material esportivo multimodalidades para escolas dos municípios de Castro e Nossa Senhora das Graças; R$ 350 mil para melhoria na estrutura do Estádio Municipal Edgar Paulo Becker, em Boa Ventura de São Roque; além de R$ 650 mil para entrega de 25 academias ‘ao ar livre’ para cidades paranaenses.
“Estamos muito otimistas, ainda, com o apoio da pasta ao projeto social Caramuru Vôlei, desenvolvido no meu município de Castro, que foi inscrito na Lei de Incentivo ao Esporte. Está com 100% do valor captado! Tenho certeza que em muito breve vamos dar excelentes notícias para os paranaenses sobre essas demandas solicitadas junto ao Ministério da Cidadania”, concluiu Aline Sleutjes.

Fotos de Francisco Moreira/Crédito obrigatório


Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments