A Deputada Federal Aline Sleutjes, junto com participantes do Ministério da Saúde, ANVISA, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele e os Médicos especialistas em Células-tronco Dr. Alexandre Ayoub e Dr. Nelson Lizier, participaram de uma reunião nesta tarde, 29, para discutir sobre o tratamento com células-tronco adultas, para a Mielomeningocele.


No Brasil, a pauta da malformação congênita conta com o trabalho e dedicação da Deputada Aline Sleutjes, que tem trabalhado para melhorar a qualidade de vida de crianças e famílias da mielomeningocele. “Temos que usar a tecnologia e os avanços da medicina ao nosso favor. Meu papel é fazer a articulação, fomento e o que for necessário para que consigamos avançar nas pesquisas e regulamentação do uso de células tronco no país. Temos conseguido caminhar, mas muito ainda há por fazer. Fico muito feliz em poder colaborar com este projeto tão importante“, contou a Deputada Aline Sleutjes.


A mielomeningocele é um tipo de espinha bífida, um defeito congênito que ocorre quando os ossos da coluna não se formam completamente. Primordialmente isto ocorre no início da gravidez. Como resultado há uma abertura da coluna, geralmente no final (região sacral). Segundo a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), a cada ano, cerca de três mil bebês são diagnosticados com a mielomeningocele fetal no país. Mães que já tiveram filhos com mielo ou anencefalia, ou possuem casos na família, têm mais riscos de o feto ter esta má formação. Além das causas genéticas, a deficiência de ácido fólico, também conhecido como vitamina B9, é o principal fator da doença.


“Esta foi uma reunião preliminar para alinharmos os próximos passos que será,uma reunião com ministério da saúde para tratar sobre outros interesses da mielo, como a cirurgia intrauterina, eletroestimulação e prevenção, bem como reunião com Ministério da Tecnologia e Saúde para discutirmos quais os estudos mais avançados do uso das Células Tronco para enviarmos a Anvisa para possível teste e posterior regulamentação. A próxima Audiência Nacional da Mielomeningocele será dia 28 de outubro, ao vivo, e contará com a presença da Primeira-dama Michele Bolsonaro, que é uma grande parceira nessa causa. Ainda há um longo caminho para que essas crianças tenham todos os cuidados que precisam na Saúde Pública, mas vamos conseguir” finaliza, Deputada Aline Sleutjes.

Presentes:
Deputada Federal Aline Sleutjes
Dr. Alexandre Ayoub – Pediatra, especialista em células-tronco
Dr. Nelson Lizier – Especialista em células-tronco
Kelly Cavalcanti – Presidente da Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele
Dr. Marcelo Morales – Secretário de Pesquisa e Formação do MCTI
Marcio Irita Haro – Coordenador de Atenção Especializada do Ministério da Saúde
Vânia Canuto Santos – Diretora de Gestão e Incorporação de Tecnologia em Saúde
Corah Prado – Coordenadora de Gestão, Tecnologia na Saúde
Antônio Rodrigues Braga Neto – Diretor do Departamento de Ações Programáticas Estratég
João Batista Silva Júnior – Gerente da Gerência de Sangue, Tecidos, Células e órgãos
Renata Miranda Parca – ANVISA

Subscribe
Notify of
guest